Blog

Despressurização: entenda tudo sobre esse fenômeno.

Por: Extraviou | Data: 24 de outubro de 2019

Antes de iniciar voo o comissário de bordo informa aos passageiros que em caso de despressurização, máscaras de oxigênio cairão automaticamente. Em seguida, é feita uma demonstração de como colocar a máscara de oxigênio, além da indicação das saídas de emergência.

Sem sombra de dúvida, se você já viajou de avião, vai lembrar dessa cena. Mas, afinal, o que é despressurização? Vamos explicar de forma simples para que você entenda tudo sobre ela.

Aviões x altitude x pressão

Os aviões comerciais costumam voar em altitudes de aproximadamente 11.000 metros. Nessa altitude, temos uma diminuição da pressão atmosférica, que implica na redução de oxigênio, fazendo com que a respiração se torne praticamente impossível.

Por isso, antes de iniciar o voo, é necessário realizar um procedimento chamado de despressurização. A despressurização consiste em um sistema que bombeia parte do ar, já comprimido e aspirado pelos motores, para dentro da cabine, criando um ambiente em que passageiros e tripulantes possam respirar normalmente.

Quando você está dentro de um avião decolando ou pousando e sente uma sensação estranha no ouvido, acompanhado de dor e algum desconforto, isso acontece devido à diferença da pressão do ar entre a parte interna e a parte externa do nosso ouvido.

Nosso corpo demora alguns minutos para se adaptar à nova situação e uma forma de acelerar essa equalização de pressão interna e externa é bocejar, mascar chiclete ou chupar bala (esse é um dos motivos pelos quais algumas companhias aéreas dão balinhas aos passageiros logo antes de decolar). Existe também a manobra chamada valsalva, a qual envolve apertar o nariz para tapar as narinas e soltar o ar como se fosse soltá-lo pelo nariz.

Despressurização

Já a despressurização da cabine ocorre por conta de um vazamento em uma porta, janela ou de um colapso do sistema, causando diminuição da oferta de oxigênio dentro do avião, necessitando do uso imediato de máscaras de oxigênio localizadas na parte de cima dos assentos.

Existem vários tipos de despressurização, que serão explicadas abaixo:

Despressurização Explosiva

Perda de pressão de forma instantânea, ocorrendo em menos de 1 segundo, geralmente ocasionada por uma falha estrutural, ou perda de algum componente da cabine como uma porta.

Despressurização Rápida

Perda de pressão mais lenta que a explosiva, tem as mesmas causas da explosiva, porém em relação ao tempo de perda da pressão leva em torno de 10 segundos.

Despressurização Lenta

Geralmente é causada por pequenas falhas estruturais onde se leva mais tempo para que haja a perda total da pressão interna da cabine, e é mais difícil de ser percebida.

E qual é o efeito da despressurização no organismo humano ?

– Saída brusca do ar dos pulmões, parecendo por instantes, que os mesmos aumentam de tamanho no interior do tórax. O ar sai violentamente pela boca e nariz.

– Possível presença de dores devido à expansão dos gases contidos nas cavidades orgânicas.

– Sintomas de aeroembolismo.

– Sintomas de hipóxia, se o equipamento com oxigênios suplementar não for imediatamente usado.

Providências a ser tomada a nível técnico em caso de despressurização

A providência a ser tomada a nível técnico, é descer a aeronave para um ângulo acentuado até atingir uma altitude de segurança onde todos poderão respirar sem o auxílio do oxigênio do sistema fixo.

Em altitudes mais elevadas, o tempo útil de lucidez é muito curto, e pode ser definido como o tempo em que alguém pode fazer alguma coisa por si mesmo, tal como ajustar corretamente a máscara de oxigênio.

Ações pós-despressurização

Assim que a aeronave atingir uma altitude em que se possa respirar sem auxílio das máscaras do sistema fixo de oxigênio, ou nivelar acima da altitude de segurança, caso alguém ainda necessite de oxigênio suplementar, pode-se lançar mão dos cilindros portáteis de oxigênio.

Fui vítima de despressurização durante o voo. Tenho direito a indenização ?

Depende. Essa pergunta é feita com muita frequência pelos passageiros que sofreram o evento da despressurização durante o voo.

Para responder com precisão é necessário consultar um advogado especializado no assunto, que fará análise de todas as circunstâncias, possíveis prejuízos e os impactos sofridos pelo passageiro.

No entanto, importante ressaltar que o problema de despressurização ocorre pela falta de manutenção da aeronave, por isso a companhia aérea não pode alegar se tratar de causas imprevisíveis e incontroláveis.

A maioria dos juízes e tribunais estão concedendo indenizações aos passageiros que foram vítimas desse problema.

Se você já passou por essa situação, não deixe de entrar em contato com a Extraviou.

Pesquisar
Posts mais populares